Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Notícias OESC

Confederação Nacional da Indústria divulga dados sobre indicadores de custos industriais.

A CNI fez a divulgação de indicadores de custos industriais no país. Para conferir Clique Aqui.

Mais espaço à OESC

Através do economista Luiz Antônio da Silva, a Ordem dos Economistas de Santa Catarina está disponibilizando mais um espaço para os economistas catarinenses se manifestarem. Trata-se de coluna no conceituado jornal semanal “O Grande Jornal”, com área de circulação em Imbituba, Laguna, Imarui e Garopaba. Além dessa nova conquista já está ao dispor dos economistas a coluna da OESC no jornal “Expresso Catarinense” – impresso e on-line (www.expressocatarinense.com), espaço no programa sala vip da primer TV (30 minutos de entrevista ao vivo), a publicação de artigos no Portal Economia SC e aqui neste site.

Concorrida e produtiva a reunião da Diretoria da Ordem dos Economistas de Santa Catarina

No dia 15/01/13, na Câmara Municipal de Florianópolis, ocorreu reunião da diretoria da OESC. Com a presença de 85% dos membros dirigentes, além de alguns associados, os economistas foram recepcionados pelo presidente do Poder Legislativo de Florianópolis e na sequencia  iniciaram seus trabalhos. Assuntos de relevância foram temas da pauta. Destaque a participação de economistas do interior do Estado e a presença do presidente eleito do CORECON, economista Waldemar Bornhausen Neto.



 

dsc 0130

SEPULTADO DISPOSITIVO DE RESOLUÇÃO DO COFECON

Os conselheiros do COFECON, por 17 votos a 04, revogaram o §5 do Art. 2° do “Normativo de Procedimentos para Registro de Profissionais”, aprovado pela Resolução n. 1.879 de 26/10/12. Segundo o Conselheiro Federal José Luiz Amaral Machado, do Rio Grande do Sul, a Notificação Extrajudicial feita pela Ordem dos Economistas contra o Conselho Federal de Economia teve relevância impar durante as discussões à tomada de posição dos conselheiros, assim como outras manifestações.

Além da Ordem dos Economistas de Santa Catarina, o CORECON do Rio Grande do Sul e grupos de economistas daquele Estado, do Paraná, de Minas Gerais e de Goiás também participaram ativamente do processo à derrubada do famigerado dispositivo aprovado pelo COFECON.

ORDEM DOS ECONOMISTAS NOTIFICA COFECON

A Ordem dos Economistas de Santa Catarina encaminhou hoje, 12/12/12, Notificação Extrajudicial ao Conselho Federal de Economia – COFECON – pedindo a anulação de dispositivo aprovado pelo respectivo (§5º, do art. 2º do “ Normativo de Procedimentos para Registro de Profissionais junto aos Conselhos Regionais de Economia”, aprovado pela Resolução nº 1.879, de 26/10/12) que permite a inscrição de não graduados em ciências econômicas se cadastrarem junto aos Conselhos Regionais na condição de economistas. Estudantes, graduados e entidades vinculadas à categoria de todo o Brasil estão ofertando solidariedade à providência tomada pela Ordem dos Economistas de Santa Catarina.

veja a Notificação 

NOTA DE REPÚDIO

A ORDEM DOS ECONOMISTAS DE SANTA CATARINA – OESC - manifesta veemente repúdio a Resolução nº 1.879, de 26 de outubro de 2012, do CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, que aprovou Normativo de Procedimentos para Registro de Profissionais junto aos Conselhos Regionais de Economia e adotou outras providências por entender o feito como uma afronta à categoria dos economistas. O destempero dos anuentes com a Resolução foi tamanha que chegaram ao ponto de esquecer que a economia possui um significativo patamar de legitimidade, é reconhecida como uma ciência de regras, de métodos peculiares, de técnicas e ações avançadas e está muito longe de ser um campo de suposto aprendizado.

Aprovar dispositivo como o §5 do Art. 2° do Normativo no qual “O CORECON poderá conceder registro profissional aos egressos de outros cursos realizados por instituição de educação superior cuja grade curricular contemple integralmente os conteúdos obrigatórios das diretrizes curriculares para os cursos de bacharelado em ciências econômicas, instituídas pelas autoridades educacionais da União, nas áreas de formação geral, formação teórico quantitativa, formação histórica e trabalho de curso, a ser aprovado pelo Plenário do COFECON a vista de exame e parecer exarados por sua Comissão de Educação para cada curso, conferindo aos registrados a designação de economista”, nada mais é do que desqualificar aquele que efetivamente estudou em um curso de economia para ser economista, pois pela redação outros graduados poderão se registrar como economistas.

Tornou-se cansativa até ao ponto de atingir a exaustão a busca das razões racionais que levaram o Conselho Federal a tal iniciativa e, infelizmente, sobressaiu à intenção da abertura de maior campo de captação de filiados para que os Conselhos Regionais possam arrecadar mais com anuidades e, por consequência, o próprio COFECON, pois ele dispõe de 1/5 dos valores das anuidades, já que é notório o descontentamento dos economistas com seus Conselhos, fato que está levando a um significativo número de pedidos de desligamentos anualmente.

A Ordem dos Economistas de Santa Catarina isoladamente ou agregada com outras instituições e economistas, não ficará inerte ao processo e começará agregar documentações (legislações, decretos, jurisprudências, etc.) para judicialmente questionar o ineditismo definhante, em considerando outras instituições profissionais de graduados, promovido pelo COFECON.

Florianópolis, 30 de novembro de 2012.





Luiz Henrique Belloni Faria
Presidente da Ordem dos Economistas de Santa Catarina

ORDEM DOS ECONOMISTAS ENVIA CORRESPONDÊNCIA AOS CONGRESSISTAS ECONOMISTAS

Foi enviada correspondência da OESC aos deputados federais e senadores graduados em economia, tecendo considerações a respeito do PL 658/07, em tramitação no Senado Federal. O respectivo disciplina atribuições exclusivas dos economistas, que há muito é esperado pelos profissionais da área. A OESC sugere a instalação de uma frente parlamentar pró-atualização da legislação que rege a categoria dos economistas, de uma comissão extra temática, de grupo de trabalho ou outra situação, mesmo que informal, de apoio ao PL 658/07, em considerando que no Congresso Nacional há aproximadamente 40 bacharéis em ciências econômicas no exercício do mandato.

COMISSÃO ARBITRAL

Conforme deliberado e aprovado na reunião da OESC de 08/11/2012, foi baixada Resolução designando economistas para realizarem estudos a respeito da possibilidade da instalação de Comissão de Arbitragem junto a Ordem dos Economistas de Santa Catarina (clique aqui para ver a Resolução).

DEPUTADO FEDERAL ROMÁRIO

img 0444aa  O Presidente da OESC, economista Luiz Henrique Belloni Faria, conversou com o Deputado Federal Romário de Souza Faria, a respeito da realização da Copa do Mundo de Futebol de 2014, a ser realizada no Brasil. A repercussão econômica do evento foi um dos temas. Como não poderia deixar passar em branco, o deputado falou sobre seu nobre trabalho no campo esportivo, as relevantes realizações na área da acessibilidade e no campo social, como um todo.

E-MAIL PUBLICADO A PEDIDO - ECONOMISTA DE BLUMENAU COBRA INSTALAÇÃO DE SECCIONAL DA OESC

Boa Tarde!
Venho por meio desta, parabenizar o trabalho que o nosso presidente tem feito a frente da Ordem dos Economistas.
Quando podemos abrir a seccional de Blumenau SC?

Abraços

Att,
LOURIVAL AUGUSTINHO
CRE:2.013-3

OESC RECEBE HOMENAGEM - 12ª edição do Troféu Destaque Solidariedade de Santa Catarina

dsc 0032ab No dia 12/11/2012, em evento realizado na cidade de Tubarão, promovido pela Associação Catarinense dos Colunistas, organizado pelo colunista Arlan Alves, a Ordem dos Economistas foi homenageada e recebeu comenda durante a realização da 12ª edição do Troféu Destaque Solidariedade de Santa Catarina. Os economistas Luiz Henrique Belloni Faria e Silvio José Martins Filho, presidente e vice da OESC, respectivamente, estiveram presentes e representaram a entidade.



 

PALESTRA DO ECONOMISTA MARCELO PANOSSO NO CAXIF

Clique aqui e faça o donwload da Palestra do Economista Marcelo Panosso.

ORDEM DOS ECONOMISTAS DE SANTA CATARINA ELEGE NOVA DIRETORIA

No dia 31/10/2011, foi realizada eleição, entre os associados da OESC, para a escolha da administração da entidade para o biênio 2013/2014. A seguir a nominata dos novos dirigentes da entidade:

Presidente: economista Luiz Henrique Belloni Faria;
Vice-Presidente: economista Silvio José Martins Filho;
1ª Secretário: economista Eduardo Volante;
2ª Secretário: economista André Schweitzer;
1ª Tesoureiro: economista Ariani Simonini;
2ª Tesoureiro: economista Valquíria Sutil de Lima;

Conselho Consultivo:
Economista Marcelo Panosso Mendonça;
Economista Horst Schroeder;
Economista Adilson Roeber;
Economista Richard Guinzani;
Economista João Dulcemar Caetano de Oliveira.

Conselho Fiscal
Titulares:
Economista Renata Paes de Oliveira;
Economista Nerian José Cardoso;
Economista Marcos Filipus.
Suplentes:
Economista Abdisio José de Liz;
Economista Luiz Antônio da Silva;
Economista Luiz Carlos Scharf.

Economista afirma: Cadastro positivo pode se tornar negativo


Bom Dia SC - 30/10 - Entrevista com o presidente da Ordem dos Economistas de Santa Catarina, economista Luiz Henrique Belloni Faria, a respeito do Cadastro Positivo;

Há como fazer um rápido histórico do Cadastro Positivo em nosso país?

Há um ano e meio muito se falou em cadastro positivo e suas vantagens ao mercado financeiro. Naquela época o Congresso Nacional aprovava a possibilidade de sua implantação no Brasil. Sob a ótica das vantagens que seriam ofertadas aos bons pagadores, e principalmente, ao comércio, a comemoração foi generalizada.

Os comerciantes pelo fato de amenizar um dos temores que mais os transtornam: a inadimplência e do outro lado os clientes sob a promessa de eventuais vantagens pelo fato de terem seus nomes inclusos no banco de dados de bons pagadores.

oesc 21
  Luiz Henrique Belloni Faria

Continue Lendo...

CHAPA ÚNICA SE INSCREVE PARA A ELEIÇÃO DA OESC

Com base no Estatuto da OESC, e no Edital de Convocação (publicado na imprensa em 15/09/2012, Correio de Santa Catarina, e também neste site) para a eleição do biênio 2013/2014, da entidade, deu-se a inscrição da seguinte chapa:

Trabalho e Perseverança

Presidente: Luiz Henrique Belloni Faria

Vice-Presidente: Silvio José Martins Filho

1ª Secretário: Eduardo Volante

2 ª Secretário: André Schweitzer

1 ª Tesoureiro: Ariane Simonini

2 ª Tesoureiro: Valquíria Sutil de Lima


Conselho Consultivo

Marcelo Panosso Mendonça

Horst Schroeder

Adilson Roeber

Richard Guinzani

João Dulcemar Caetano de Oliveira


Conselho Fiscal

Titulares:

Renata Paes de Oliveira

Nerian José Cardoso

Marcos Filipus

Suplentes:

Abdisio José de Liz

Luiz Antônio da Silva

Luiz Carlos Scharf


Os associados deverão votar no dia 31/10/2012, na sede da Ordem dos Economistas de Santa Catarina, à rua Felipe Schmidt, 303 – sala 406, centro Florianópolis.


ENQUADRAMENTO SOCIAL DE ACORDO COM A FAIXA DE RENDA DOS BRASILEIROS

Muitos brasileiros se perguntam a qual classe social pertence: “a, b ou c”. Apesar de o governo disciplinar como fonte oficial desses dados os fornecidos pelo IBGE, grande parte dos economistas vê os números divulgados pelo Instituto distante da realidade brasileira. A Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa - ABEP, há anos levanta e divulga dados no mesmo sentido e a metodologia utilizada trás resultados bem mais próximos da visão da maioria dos economistas. Recentemente foi divulgado informações a respeito, as quais seguem abaixo:


CLASSE         RENDA MÉDIA POR PESSOA   RENDA FAMILIAR (4 PESSOAS)    % POPULAÇÃO
A1 R$ 9.733,47 R$ 38.933,88 1%
A2 R$ 6.563,00         a          R$ 9.733,47 R$ 26.254,92            a             R$ 38.933,88 4%
B1 R$ 3.479,36         a          R$ 6.563,73 R$ 13.917,44            a             R$ 26.254,92 9%
B2 R$ 2.012,67         a          R$ 3.479,36 R$ 8.058,68              a             R$ 13.917,44 15
C1 R$ 1.194,53         a          R$ 2.012,67 R$ 4.778,12              a             R$ 8.058,68 21%
C2 R$ 726,26            a          R$ 1.194,53 R$ 2.905,04              a             R$ 4.778,68 22%
D R$ 484,97            a           R$ 726,26 R$ 1.939,88              a             R$ 2.905,04 25%
E R$ 276,70            a          R$ 484,97 R$ 1.106,80              a             R$ 1.939,88 3%

 

FONTE: ABEP – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE PESQUISA

ORDEM DOS ECONOMISTAS CONVIDADA A PARTICIPAR DA SEMANA JURÍDICA

A diretoria do Centro Acadêmico XI de Feveiro - CAXIF -, formalizou convite ao presidente da OESC, economista Luiz Henrique Belloni Faria, para que a entidade participe da Semana Jurídica, a partir do dia 29/10/2012. A Ordem dos Economistas de Santa Catarina, será representada pelo economista Marcelo Panosso Mendonça, que ofertará palestra às 10:15h do dia 31 do corrente, sobre o tema: ASPECTOS ECONÔMICOS E SUAS RELAÇÕES COM O DIREITO.

dsc 0006aaa
ECONOMISTA MARCELO PANOSSO MENDONÇA

ECONOMISTAS DA ASSENCONVI RECEBEM DIRIGENTES DA ORDEM Em BLUMENAU

A diretoria da Ordem dos Economistas de Santa Catarina – OESC- foi recepcionada na cidade de Blumenau, na data de 02/10/2012, por membros dirigentes e integrantes da Associação dos Economistas do Vale do Itajaí-Assenconvi. Na ocasião foram discutidos assuntos referentes aos trabalhos desenvolvidos pelas entidades que congregam os economistas de Santa Catarina e também foi ofertada a palavra ao economista Marcelo Panosso, integrante da chapa RENOVAÇÃO, chapa de oposição às eleições do CORECON, que tem o literal apoio da Ordem dos Economistas de Santa Catarina. Após o feito houve um jantar de confraternização no Parque Vila Germânica.

 

dsc 0033b

EDITAL DE COVOCAÇÃO

EDITAL

O presidente da Ordem dos Economistas de Santa Catarina – OESC – cumprindo disposição estatutária subscreve o presente com fins de editar:
  1. As eleições para a Diretoria Administrativa da entidade para o biênio 2013/2014 ocorrerão no dia 31 de outubro de 2012;
  2. As inscrições das chapas se darão até às 18 horas do dia 1º de outubro de 2012.
  3. Nas chapas inscritas deverão constar dezessete nomes, assim distribuídos: Presidente, Vice Presidente, 1º Secretário, 2º Secretário, 1º Tesoureiro, 2º Tesoureiro, cinco membros para o conselho consultivo, três membros para o conselho fiscal e o mesmo número para suplentes.
      4-Somente poderão votar e ser votados associados efetivos quites com a Ordem. (parágrafo único do artigo 39 do Estatuto)
                                                                        Florianópolis, 15 de setembro de 2012

                                          Luiz Henrique Belloni Faria
                   Presidente da Ordem dos Economistas de Santa Catarina

Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional / Conferência do Desenvolvimento – edição Santa Catarina

I CONFERÊNCIA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL

APROVA DUAS PROPOSTAS DA OESC

Nos dias 20 a 22 do corrente realizou-se a I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional de Santa Catarina e a Ordem dos Economistas de Santa Catarina foi uma das 19 instituições estaduais e nacionais que compuseram a comissão organizadora do respectivo, sob a coordenação estadual da Secretaria do Estado do Planejamento e nacional do Ministério da Integração Social. O evento foi revestido de literal êxito e contou com a participação de, aproximadamente, 250 pessoas.

Em relação ao FINANCIAMENTO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL, após efusivos debates, foram aprovadas 20 diretrizes básicas do Estado de Santa Catarina, numero esse permitido pela regulamentação do evento, por parte do Ministério da Integração Social. Essas diretrizes serão levadas para o encontro macrorregional, compreendendo os Estados do Sul do Brasil, a ser realizada em Porto Alegre, no mês de outubro e, as aprovadas, ao encontro nacional a ser realizado no mês de dezembro próximo, em Brasília.

A Ordem dos Economistas de Santa Catarina, na ocasião, apresentou e defendeu duas propostas de diretrizes, sendo que, para nossa satisfação, ambas foram aprovadas por unanimidade. São elas: 1 – REVISÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL ÀS REGIÕES NO QUE CONCERNEM AS POLÍTICAS COMPENSATÓRIAS e 2 – ESTIMULAR AÇÕES DE APROXIMAÇÃO COM OS FUNDOS PRIVADOS, COM A VISÃO (CONTRAPARTIDA) DIRECIONADA AO DESENVOLVIMENTO REGIONAL, ATRAVÉS DE PROJETOS ESPECÍFICOS PARA O EMPREENDORISMO INOVADOR.

iconferencia

Diretoria da OESC participa do evento. Da esquerda para direita: Humberto Dalsasso, Silvio José Martins Filho, Filipe Mello - Secretário de Estado do Planejamento, Luiz Henrique B. Faria - Presidente da Ordem dos Economistas e Ariane Simonini.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 logo rumadesign